Modelo de Governo

A boa governação assume grande importância nas práticas de gestão da SATA. Agir de forma responsável, ética e de acordo com os padrões de conduta recomendados pelas boas práticas internacionais é a forma de trabalhar em todo o seu universo desde o acionista aos colaboradores.



   
Ética e Conduta   Princípios do Modelo de Governo
Em 2010 foi concretizado na SATA o projeto Quality&You cujo objetivo era promover a reorganização estratégia da SATA através da definição de linhas orientadoras para a criação de uma cultura organizacional centrada no cliente e na sua satisfação.
No seguimento deste projeto elaborou-se o Código de Ética e Conduta, que visa alinhar o comportamento dos colaboradores com o objetivo do projeto. Este código, que foi revisto em 2012, estabelece o compromisso, define padrões de atuação e proporciona orientação a todos os colaboradores da Empresa, independentemente da sua posição, função desempenhada ou tipologia de vínculo laboral.

  Transparência. 
Controlo.
Responsabilização.
Adaptabilidade.
Respeito.
Conflito de interesses.
Integridade com o mercado.
Segregação de funções.



  A SATA considera que deve haver um total envolvimento de todas as partes interessadas assegurando para isso, que todas as informações de caráter corporativo ou estratégico, bem como as alterações da sua envolvente interna e externa devem ser divulgadas de forma verdadeira, responsável, coerente e íntegra. A existência de um órgão de fiscalização que analisa as contas da empresa, contribui para que as decisões tomadas pelo acionista sejam informadas e ajustadas à sua realidade, promovendo o princípio da transparência e integridade com o mercado. Também é promovida internamente a cultura de controlo e da segregação de funções assumindo-se como uma mais-valia na execução da estratégia corporativa.
Princípios do Código de Ética e Conduta  

princípios código
 
Órgãos de Gestão    
A estrutura de Governo das empresas da SATA assenta no Modelo Latino, que prevê a existência de 3 órgãos de gestão, encontrando-se perfeitamente definidos nos estatutos societários as suas funções e as suas regras de funcionamento.

orgãos de gestão

O término do triénio 2009-2011 do mandato dos órgãos sociais da SATA SGPS deu lugar à eleição dos seus novos membros, seguindo o Modelo Societário em vigor por deliberação na ata n.º1/2012 de 26 de Abril de 2012.

 
Órgãos de Gestão SATA SGPS N.º de reuniões % de participação
Assembleia Geral 1 100%
Conselho de Administração 1 100%
ASSEMBLEIA GERAL / Principais Funções    
É a Assembleia Geral que analisa e aprova os documentos de prestação de contas individuais e consolidadas deliberando sobre a aplicação de resultados do exercício, alterações de participação de capital, aumentos de capital e contratação de empréstimos (nas condições previstas). Também analisa e aprova as linhas e orientações de caráter estratégico e elege os membros dos órgãos sociais, definindo a fixação e alteração da sua remuneração.

Composição da Mesa da Assembleia Geral

SATA Air Açores
Presidente Luís Filipe Amaro Pacheco de Melo
Vice Presidente Cristina Paula Ribeiro Amaral
Secretária Joana Torres Decq Mota



SATA Internacional
Presidente Carlos Eduardo da Silva Melo Bento
Vice Presidente Sara Cristina Brum de Medeiros
Secretária Joana Torres Decq Mota



SATA Gestão de Aeródromos
Presidente Luís Filipe Amaro Pacheco de Melo
Secretária Joana Torres Decq Mota



SATA SGPS
Presidente Milton Augusto Azevedo Morais Sarmento
Vice Presidente Vitor Jorge Borges da Ponte
Secretário António Manuel Salvador Pimenta



Composição do Conselho Fiscal

SATA Internacional
Presidente Rúben Mota Cordeiro
Vogal Catarina Isabel Furtado Pacheco
Vogal Vera Silva Amaro
Vogal Marco António Fernandes Chaves




FISCAL ÚNICO / Principais Funções
As funções do Fiscal único de Contas (ROC) encontram-se alinhadas com os estatutos da SATA, competindo-lhe fiscalizar a administração da empresa relativamente ao cumprimento da lei, estatutos e regulamentos que lhe são aplicáveis assim como verificar e elaborar um parecer sobre os documentos de prestação de contas a nível individual e consolidado através da realização de auditorias assegurando o cumprimento dos standards nacionais definidos.



SATA Air Açores
Efetivo Duarte Félix Tavares Giesta
Suplente Catarina Isabel Furtado Pacheco



SATA Internacional
Efetivo UHY & Associados - Manuel Luís Fernandes Branco
Suplente Sociedade J. Silva Cardoso e Ruben Cordeiro, SROC, Lda. -  João Humberto Silva Cardoso



SATA Gestão de Aeródromos
Efetivo Catarina Isabel Furtado Pacheco
Suplente Duarte Félix Tavares Giesta



SATA SGPS
Efetivo António Joaquim Brochado Correia
Suplente José Manuel Henriques Bernardo

   



CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO / Principais Funções
Gerir os negócios da sociedade e tomar decisões relativas ao objeto social que são da sua exclusiva competência e responsabilidade. Adicionalmente, deverá aprovar os principais objetivos, políticas e orientações de gestão da SATA assim como monitorizar e garantir o seu alinhamento com as atividades a desenvolver no sentido de satisfazer e maximizar os interesses do acionista.

Composição do Conselho de Administração

São 4 os administradores que compõem os Conselhos de Administração das empresas da SATA encontrando-se perfeitamente definidas quais as responsabilidades e as áreas de competência do negócio de cada um.


 

Eng.º Paulo Menezes

Presidente da SATA SGPS, SATA Air Açores, SATA Internacional e SATA Gestão de Aeródromos.

  Isabel Barata

Dr.ª Isabel Barata

Vogal Executivo da SATA SGPS, SATA Air Açores, SATA Internacional, SATA Gestão de Aeródromos.

  João Trabuco Nunes

Dr.º João Trabuco Nunes

Vogal Executivo da SATA Air Açores e SATA Internacional.

 
 

Dr.ª Leonor Albergaria

Vogal Executivo da SATA SGPS, SATA Air Açores, SATA Internacional, SATA Gestão de Aeródromos.

 
 
Filipa Rosa

Filipa Rosa

Membro não executivo do Conselho de Administração da SATA Air Açores, eleito pelos trabalhadores.