Home / Processos e Ferramentas de Gestão Estratégica de RH

Processos e Ferramentas de Gestão Estratégica de RH

“Cada pessoa é decisiva no contributo que dá para a construção de um grupo de transporte aéreo distinto, que proporcione ao Cliente experiências positivas e marcantes.”

António Menezes, CEO da SATA

 

Para assegurar a gestão dos seus colaboradores, a SATA tem implementada uma estratégia de recursos humanos, articulada com os objetivos do negócio, assegurando um clima social positivo e uma estreita relação com os sindicatos.

64% dos stakeholders auscultados considera que a SATA é uma boa empresa para trabalhar.

 
Em que processos e ferramentas se baseia a gestão estratégica de recursos humanos da SATA?
Processos   Ferramentas
Descrição de funções e definição de competências  Manual de funções;
Modelo de gestão por competências;
Recrutamento e seleção   Modelo de recrutamento e seleção;
Canal web para candidaturas;
Programa “Estagiar” do Governo Regional dos Açores;
Acolhimento e integração   Manual de acolhimento;
Comunicação interna   Portal do colaborador;
Rede de inovação interna;
E-mail para envio de sugestões (ibelong@sata.pt);
Reuniões internas;
Revista Team Spirit;
Inquérito de satisfação a colaboradores;
Sistema de análise para o desenvolvimento   Ferramenta da avaliação de desempenho;
Formação e desenvolvimento   Plano de formação anual;
Bolsa de formadores internos;
Modelo de qualidade do serviço;
Team up;
Gestão de carreiras   Mobilidade de colaboradores em função das competências;
Sistema de recompensas e incentivos   Benefícios SATA.

 

Descrição de funções e definição de competências
A SATA dispõe de um manual de funções, no qual são definidas tarefas e processos, responsabilidades, competências, aptidões, exigências e requisitos inerentes às diversas funções da SATA. Este manual serve de base e orientação aos processos internos de recrutamento e seleção, acolhimento e integração, formação e avaliação de desempenho.
A SATA desenvolveu igualmente um modelo de gestão por competências. Este modelo foi concebido para ser utilizado numa multiplicidade de responsabilidades/funções dos recursos humanos, incluindo recrutamento e seleção, desenvolvimento, planeamento de sucessões e gestão de carreira, bem como avaliação e gestão de desempenho. As competências estão divididas em core e específicas.  
 

 

Recrutamento e Seleção
Com o objetivo de assegurar que são recrutados os melhores profissionais, alinhados com a cultura da SATA, a transportadora aérea dispõe de um modelo de recrutamento e seleção, composto por uma sequência de etapas, que permite assegurar que o processo é uniforme, bem como, do conhecimento de todos os envolvidos no mesmo.
Sempre que o recrutamento é necessário, a SATA tem promovido processos de seleção. Em 2012, a SATA Air Açores organizou 2 processos desta natureza, que envolveram 231 candidatos, tendo sido selecionados 5 candidatos para formação de qualificação em DASH Q200 e contratados 3 novos Operadores de Rampa. Já a SATA Internacional organizou 4 processos de seleção que envolveram 650 candidatos dos quais 20 frequentaram formação inicial. Em resultado, foram contratados 17 novos colaboradores.
A SATA disponibiliza um canal para apresentação de candidaturas espontâneas no website corporativo, de forma a melhorar o processo de gestão da base de dados dos candidatos e, ao mesmo tempo, obter ganhos de eficiência e diminuição de custos.
Para mais informação:
www.sata.pt/pt-pt/sata/bem-vindo-a-sata
 



A SATA tem aderido aos programas de transição dos jovens para a vida ativa, nomeadamente, através do programa “Estagiar” do Governo Regional dos Açores.
Este programa tem três modalidades de estágios, com duração variável.

 

Número de estagiários recebidos na SATA ao abrigo do programa “Estagiar” entre 2008 e 2012   Estagiar L (jovens recém-licenciados ou com mestrado): 40 estagiários;
Estagiar T (jovens recém-formados titulares de cursos superiores que não confiram o grau de licenciatura, tecnológicos ou profissionais, ou cursos que confiram certificado de qualificação profissional de nível III): 12 estagiários;
Estagiar U (estudantes do ensino superior): 16 estagiários.

 

Acolhimento e integração
Para assegurar que todos os novos colaboradores se encontram alinhados com os valores, princípios e procedimentos da SATA, é disponibilizado um manual de acolhimento que aborda, entre outros, os seguintes tópicos: missão, valores e princípios; apresentação da SATA e atividades desenvolvidas, inovação, marca, ética e conduta.

 

Sistema de Análise para o Desenvolvimento
A SATA possui uma ferramenta da avaliação de desempenho, designada APD – Análise para o Desenvolvimento. Este sistema pretende ser um instrumento de gestão, que visa potenciar o desenvolvimento dos colaboradores da SATA e tem como objetivos:

 

Desenvolver uma cultura de gestão orientada para resultados com base em objetivos previamente definidos Mobilizar os colaboradores em função de objetivos claros e critérios de avaliação transparentes Reconhecer o mérito Promover a comunicação eficaz Fomentar o desenvolvimento profissional dos colaboradores, identificando necessidades de formação

 

O número de colaboradores sujeitos a avaliação de desempenho correspondeu a 93% (avaliação realizada em 2012, relativa ao ano de 2011).  
Percentagem de colaboradores sujeitos a avaliação de desempenho e de desenvolvimento da carreira.  
   

 

 




Formação e Desenvolvimento
 
A SATA dispõe de um plano de formação anual, que está em conformidade com a formação obrigatória do setor, bem como, com as necessidades reconhecidas dos colaboradores, aquando da avaliação de desempenho.
Adicionalmente, possui uma bolsa de formadores internos que asseguram a transferência do conhecimento e a realização de ações de formação interna nas seguintes áreas: operações de voo, operações terrestres e handling; área comercial, manutenção e engenharia; continuidade de aeronavegabilidade e segurança, saúde e ambiente.
Em 2012, foram realizadas 68.841 horas de formação, correspondentes a uma média, 56,4 horas por colaborador, representando um aumento de 30% face a 2011, evidenciando a aposta da SATA na formação dos seus colaboradores.

 

Total de Horas de Formação

2010 > 59.718
2011 > 53.145
2012 > 68.841

 
 

Sabia que a SATA inaugurou em 2012 o Centro de Formação Aeronáutica dos Açores?


Aproveitando um conjunto de sinergias e infraestruturas da aviação que estão disponíveis na ilha de Santa Maria, foi inaugurado o Centro de Formação Aeronáutica dos Açores, de elevada importância para a SATA e para a Região Autónoma dos Açores. O Centro tem como finalidade dotar a SATA e a Região, com meios adequados para a formação, treino teórico e prático, de tripulações de avião de pessoal de apoio à atividade de transporte aéreo de passageiros e carga, segundo os requisitos legais vigentes. A formação ministrada no Centro consiste em ações teóricas e práticas, podendo os formandos realizar exercícios inerentes à atividade em ambiente muito próximo do real (recorrendo ao uso de simuladores) e, assim, demonstrar as respetivas competências técnicas.